Notícias

Divulgação – Lançamento do Livro O Espetáculo do Gênero – 28 de novembro

segunda-feira, 25 de novembro de 2019, às 15:44

No dia 28/11 (quinta-feira), às 19h, na Sala da Congregação, acontece o lançamento do livro O Espetáculo do Gênero de Igor Viana. O livro é resultado de uma pesquisa de mestrado realizada no nosso Programa de Pós-Graduação sob a orientação do Professor Marcelo Andrade Cattoni de Oliveira e coorientação do Professor Marco Aurélio Máximo Prado.

No lançamento teremos uma mesa para debater A Cruzada Antigênero em BH com a presença de Cida Falabella, Duda Salabert, Luiz Morando, Maria Fernanda e Paulo Nogueira, mediados por Olívia Paixão, além de intervenções cênicas do Tal Coletivo de Teatro.

Sobre o livro: “Quando o filósofo Giorgio Agamben pergunta o que significa ser contemporâneo, faz dessa questão o início de um inquietante debate sobre o “nosso tempo” e sobre o que significa tentar compreender e refletir sobre o que se passa aqui, agora. É esse esforço de reflexão sobre o presente que nos traz o livro O Espetáculo do Gênero: uma cruzada no século XXI, de Igor Viana, uma combinação inteligente e rigorosa entre pesquisa acadêmica e ativismo. Sem se deixar cegar pela escuridão e sem pretender ser aquele que dirá a verdade sobre o tempo presente, o autor nos conduz a um percurso próprio, pessoal, autoral e ao mesmo tempo capaz de produzir conhecimento relevante nesse momento em que a pesquisa acadêmica está sob suspeita. O livro é, por tudo isso, uma leitura necessária para todos e todas aqueles que pretendem refletir sobre as disputas em torno do conceito de gênero que, como indica o autor, estão longe de chegar à cena final.” (Carla Rodrigues – Universidade Federal do Rio de Janeiro)

“O livro de Igor Viana é profético, não fosse sua clara reconstrução dos eventos históricos do surgimento da ideia de ideologia de gênero no mundo e no Brasil terem demonstrado todos os sinais da onda que eventualmente veio. A tese central do livro acerta ao redimensionar gênero não como uma temática endógena do feminismo ou dos estudos sobre sexualidade, mas como uma disputa geopolítica e cultural, da qual o próprio feminismo faz parte. Discutir gênero no contexto da escalada da extrema-direita deixa claro que esta é uma agenda estratégica para se debater e se disputar politicamente os sentidos do direito, da democracia, da liberdade e da igualdade.” (Maria Fernanda Salcedo Repolês – Universidade Federal de Minas Gerais)

image description